Melhor e pior do ano: Nordeste – Pop up!

Na sequência da retrospectiva da coluna. Quem curte as novas bandas independentes do país, pode se lamentar de ter pedido a edição deste ano do Mada, em Natal. Desorganização de bastidores a parte, ele trouxe a programação mais legal entre os festivais da região. Macaco Bong (MT), Cansei de Ser Sexy (SP), Reação em Cadeia (RS), Moptop e Cabaret (RJ ambas), Volver (PE), Relespública (PR), só para citar algumas. O evento só peca mesmo nas atrações. Biquini Cavadão e o Rappa não combinam em nada com a história.

De pior, mesmo, fica a Recife perdendo totalmente a moral em relação aos outros estados. Este ano, várias bandas fizeram turnê pelo Nordeste e fizeram questão de deixar a gente de fora. A justificativa eram os shows vazios. Já em janeiro, estamos correndo o risco de perder mais apresentações, como Rock Rocket e Moptop, que estão fechando suas datas. Para ilustrar, repito os números do Matanza. 600 pessoas em Fortaleza, 400 em Natal, 400 em João Pessoa, 65 no Recife.

Escute e guarde
Alguns discos acabam passando batido nessa avalanche de lançamentos. Quando tiver tempo, faça o download de “Young for Eternity”, o disco de estréia da americana The Subways. Rock de guitarras bom para dançar, com direito a dobradinha na voz feminina e masculina. Se curtir o som, guarda o nome. Eles devem ser notícia por aqui em breve.

Silvério
O ano foi muito bom para Silvério Pessoa. Prêmio Tim, DVD, seleção para a Feira Música Brasil, fora as turnês na Europa. Ele publicou agora todos os diários de viagem (e eu confesso, sou super fã de diários de viagens de bandas) no blog dele. O endereço é www.monolitico-tema.blogspot.com

Apelo
Não sei se a coluna é lida por empresários, mas vale a tentativa. Porque nenhuma empresa faz, próximo ano, uma casa de shows na cidade? De médio porte, para 400 pessoas, que está fazendo falta. Vão ganhar fácil o nome na boca dopúblico, nos jornais, rádios e TVs todo fim de semana.

Random Posts