Pop up! » Blog Archive » Morrisey – Live at Earls Court

Fevereiro 5, 2006 | Por: Bruno Nogueira | Na Seção: Discos

Depois do DVD, Morrissey lança seu segundo Ao Vivo, com direito ao coro exclusivo de 17 mil vozes em Bigmouth Strikes Again

Já fazem 18 anos que o The Smiths acabou, mesmo tempo que o vocalista e líder Morrissey tem de carreira solo. Números que, mesmo somados, não deixam sua música datada. Um dos últimos representantes vivos e atuantes de uma época onde a afetação e envolvimento eram necessárias para uma boa canção, ele lança seu segundo disco ao vivo, “Live at Earls Court”, que chega no Brasil pela Sony/BMG.

Não é o mesmo show do DVD “Who put the M in Manchester”, que foi lançado há poucos meses. Apesar da apresentação fazer parte da mesma turnê, o disco chega com um repertório diferente. Abre com “How Soon is Now”, do The Smiths e mostra vários momentos da carreira de Morrissey, incluindo algumas versões raras.

Além dos instrumentos da banda, aparecem no CD o grito conjunto de 17.183 pessoas, número de presentes no show. E eles estão lá o tempo todo, gritando quase em desespero no começo de faixas como “Bigmouth Strikes Again”. Nesta, por sinal, Morrissey muda a letra mais uma vez. Ele aproveita a versão que o Placebo fez, trocando a palavra “Mega Drive” por “Discman”. Mas como a vida da tecnologia é mais curta, ele brinca “e agora eu sei como Joana D’arc se sentiu quando seu iPod começou a derreter”.

A maior falta do DVD é, provavelmente, a versão de “My Way”, de Frank Sinatra, que ele fez em vários palcos da turnê. Ele encerra com uma música da antiga banda, “Last Night I Dream’t that Somebody Loved Me”, num clima de fim de festa arrasada, com uma boa porção de gente já perto do choro.

Publicado originalmente em 06.07.05

Random Posts

  • Pop up!

    Setembro 15, 2007 | Author: Bruno Nogueira | Arquivar em: Blog Esse deve ser meu ano mais relapso com o […]

  • Pop up!

    23 Agosto, 2007 21 Agosto, 2007 21 Agosto, 2007 14 Agosto, 2007 12 Agosto, 2007 11 Agosto, 2007 11 Agosto, […]

  • Pop up!

    Para atacar a valorização decrescente do frevo como ritmo principal do carnaval, Mário de Andrade foi, de certo, bastante econômico. […]

  • Continente « Pop up!

    Aug 24, 2010 22 Comentários Artigo publicado na Revista Continente. Edição 115 (julho/2010) Existe uma chance muito grande de você […]