Pop up!

Outubro 16, 2007 | Author: Bruno Nogueira | Arquivar em: Discos

[rating:3] http://www.youtube.com/watch?v=HYEU91d8ngc Quando a cantora escocesa KT Tunstall (o nome vem da abreviação de Kate) fez sua estréia no badalado programa inglês “Later with Jools Holland” com canções folk, foi elevada quase que automáticamente a fenômeno cult. Mas quando o pop passa pelo caminho de alguém, não perdoa. Ela virou trilha do Ídolos norte-americano, o programa American Idol e do filme “O Diabo Veste Prada”. Aqui no Brasil, a mesma música, “Suddenly I See” também ficou conhecida como tema da personagem Giovana (Paola Oliveira) na novela Belíssima. Os impulsos foram suficientes para apontar “Drastic Fantastic”, segundo disco de estúdio, para uma direção totalmente diferente. Essa escolha por ser mais pop já escancara na primeira faixa, “Little Favours”. As músicas de KT soam cada …

star-8771908star-8771908star-8771908

Quando a cantora escocesa KT Tunstall (o nome vem da abreviação de Kate) fez sua estréia no badalado programa inglês “Later with Jools Holland” com canções folk, foi elevada quase que automáticamente a fenômeno cult. Mas quando o pop passa pelo caminho de alguém, não perdoa. Ela virou trilha do Ídolos norte-americano, o programa American Idol e do filme “O Diabo Veste Prada“. Aqui no Brasil, a mesma música, “Suddenly I See” também ficou conhecida como tema da personagem Giovana (Paola Oliveira) na novela Belíssima. Os impulsos foram suficientes para apontar “Drastic Fantastic“, segundo disco de estúdio, para uma direção totalmente diferente.

Essa escolha por ser mais pop já escancara na primeira faixa, “Little Favours“. As músicas de KT soam cada vez mais com a agora distante década de 90, como se apenas agora aquelas melodias confusas fizessem sentido. E ela manda seu recado cantando “Listen just a little bit harder for I always tell the truth” (Escute com um pouco mais de força porque eu sempre falo a verdade), na que é a melhor de todo o disco, “If Only“. A verdade pop da cantora lembra trilha sonora de filmes feitos para sessões de uma manhã de domingo. Daquelas que a música gruda na memória durante a semana seguinte.

Toda sua formação folk, no entanto, faz dessa caminhada um processo mais árduo. Ainda falta aquela pegada pop imediata que, agora, parecem ter atingido seus hits passados por sorte. As músicas de KT viciam, mas só depois da quinta ou sexta vez que ouvidos. “Hold On“, single escolhido para lançar o disco nas rádios, é a melhor prova disso. Precisa de tempo para funcionar, capricho que um artista raramente tem a seu favor no contexto conturbado que a carreira de Tunstall surgiu e, que para ser superado, vai precisar encontrar outro filme de sucesso no caminho.

tunstall-5414192

Algo que ela já deve ter se preocupado, já que a temática inteira do disco é quase sempre a mesma. KT Tunstall canta sobre o desencontro do casal, ora sob uma perspectiva otimista e, quase sempre, em tom triste. “Drastic Fantastic” acaba vencendo muito mais pelas melodias que as letras. No saldo final, das 11 músicas que embalam no CD, pelo menos 5 valem o repertório. E entre tantas dificuldades para se tornar pop, ficar abaixo da média parece ser a primeira conquista dela.

top_article_div-1120353

Random Posts

  • Page 90 — Pop up!

    Não deve ser muito arriscado dizer que existem duas Electrozion‘s. A primeira é a das gravações que você encontra na […]

  • Pop up!

    21 Agosto, 2007 21 Agosto, 2007 14 Agosto, 2007 12 Agosto, 2007 11 Agosto, 2007 11 Agosto, 2007 11 Agosto, […]

  • Os primeiros 200 do SXSW « Pop up!

    O South by Southwest divulgou hoje as primeiras 200 – issâe, duzentas – bandas que foram convidadas para tocar no […]

  • Page 196 — Pop up!

    Da coluna Ressaca. Publicada no site Giro Cultural É difícil hoje alguém montar a banda pela iniciativa estética. Trabalhar acordes, […]