Rolling Stone de Fevereiro – Pop up!

Já tá nas bancas…

E tá mais ou menos assim:

Se eu morrer amanhã, ficarei feliz de não termos seguido trabalhando com essa indústria com a qual eu não sinto conexão nenhuma
Thom Yorke, do Radiohead, sobre a quebra de contrato com a gravadora.

Ao contrário de várias outras coisas relacionadas ao Radiohead, essa idéia foi realmente motivada pela monotonia. Quisemos apenas evitar a mesmice
O guitarrista Johnny Greenwood, atribuindo a última grande revolução do mundo da música ao tédio.

Ser ator me pareceu uma boa maneira de ganhar dinheiro fácil. Não me importava sobre o que eram os filmes. Se vou receber, OK
Johnny Depp sobre suas más escolhas do começo de carreira.

Meu trabalho tem a ver com o de atriz, tem que fingir muita coisa. Quem assiste pensa: “Nossa, ela deve estar adorando“. E eu pensando: “Quero chegar em casa logo pra ver a novela“.
Monica Mattos, brasileira eleita a atriz pornô do ano (Female Foreign Performer of the Year) pela AVN – Adult Video News, sobre os ossos de seu ofício.

Sempre me dava mal no amor e me alimentava das músicas. Aí descobri que a culpa é do Roberto Carlos
Wander Wildner, ex-símbolo do punk brega, justificando a criação de sua nova persona: “Gonzo”, um Hunter Thompson excêntrico e apaixonado por Golfe.

Popularity: 69% [?]

Random Posts

  • Pop up!

    29 Abril, 2007 29 Abril, 2007 29 Abril, 2007 26 Abril, 2007 25 Abril, 2007 24 Abril, 2007 21 Abril, […]

  • Page 29 — Pop up!

    Existe uma regra geral na música brasileira que manda você desconfiar, o máximo possível, de qualquer premiação. Isso valia até […]

  • Entrevista: Ultraje a Rigor « Pop up!

    Quando surgiu na década de 80, cantando “Inútil” nas festas da boate Noites Cariocas, o Ultraje a Rigor ganhou destaque […]

  • E o novo do Franz Ferdinand? « Pop up!

    Alex Kapranos já andou espalhando por ai que o próximo disco vai se chamar Tonight. Enquanto não sai a cobetura […]