Música nova no Recbeat – Pop up!

zefirina-6474531

Está na moda dizer que existem “festivais” e “festivais”. A palavra, de repente, ficou complexa demais para ser uma simples definição para a reunião de várias bandas sob o mesmo teto. A nova programação do Recbeat ilustra bem como essa mudança é sutil. Este ano, deixou de ser festival no sentido mega, com um nome que até nossos avós conhecem encerrando cada noite; para se tornar um festival que – mesmo sendo oficialmente um palco da prefeitura – atende o formato independente. Nomes desconhecidos, com noites para conhecer nova música.

O leitor regular do Pop up não deve ter se surpreendido com muitos dos nomes na programação. Quase todas as atrações passaram pelas páginas deste caderno durante o começo de suas carreiras. Dois, em especial, valem bastante a pena serem revisitados e conferidos no palco. Respectivamente as bandas Zefirina Bomba e o Bonde do Rolê.

Quando o Zefirina, banda da Paraíba, se mudou para a São Paulo e gravou o primeiro disco, revelou por aqui que acreditava fortemente que nada ia mudar. Não mudou mesmo. “Tá certo, mudou uma coisa”, confessa o vocalista Ilson, “agora depois do show a pessoa pode levar a gente para casa em CD, o que antes não tinha como”. O trio foi a última contratada pela gravadora Trama sob o selo Trama Virtual. Eles tocam um rock que não tem medo de negar a referência super forte ao Nirvana, mas com um forte sotaque brasileiro.

No mais, a banda continua fazendo shows da mesma maneira que fazia quando começou. Sem setlist. “As vezes eu tentava escrever as músicas no braço, mas suava e nem apagava”, lembra Ilson. Agora, eles sobem ao palco, trocam olhares e decidem tudo ao vivo. “Vamo aquela! e mete a porrada”.

Sendo uma banda que nasceu tão próxima do Recife, tocar aqui era sonho para Ilson e os amigos. “Acho que é porque é a cidade mais próxima e mais projetada”. Quando fez isso pela primeira vez, nos idos do concurso Claro Q é Rock, a emoção não deixava se esconder com a tremedeira que eles estavam no palco. “Todo ano eu ia para o Recbeat”, lembra, “pegava a estrada com os amigos e voltava de madrugada, o show do Mudhoney foi um dos que mudaram minha vida”, completa.

bondole-1205155

A história andou diferente para o trio de funk curitibano – sim, funk curitibano – Bonde do Rolê. Em entrevista para cá, o cabeça do grupo, Rodrigo Gorki, não negava, “cara, a gente sabe que o que a gente faz é um bando de porcaria. O Bonde sabe, mas a mídia nacional, aparentemente, não. Depois de fazer uma das piores apresentações que já passaram pelo palco do cultuado Tim Festival, o grupo foi eleito pela Associação Paulista de Críticos de Arte como o melhor show do ano em 2006. Eles concorriam com gente do top de Caetano Veloso e Marisa Monte.

E como já mostraram que não são bestas, o Bonde do Rolê vestiu bonito a camisa do “hype”. Foram produzidos pelo DJ norte-americano Diplo, empurrados numa turnê nos Estados Unidos, paqueraram com a Europa e estão sendo estampados pelas revistas internacionais com o som legal que o Brasil ainda ignora. O som, por sinal, é curioso mesmo de ouvir em casa, longe do ambiente do show. Gorky e cia remixam clássicos do rock em ritmo de funk. Casam o pancadão com os acordes pesados do AC/DC, e conseguem fazer soar legal.

São duas bandas que ganharam evidência nos últimos meses, e que o público do Recife vai poder conferir juntas no palco do Recbeat. Se elas são mesmo tudo isso, vai caber a uma das audiências mais críticas do país – fama infame que nossa cidade ganhou lá fora – julgar. E mesmo deixando de ser festival, para ser festival – sem confusão! – o Recbeat deixa as edições anteriores de lição que o clima de carnaval também pode ser um bom cúmplice de guitarras pesadas e a batida forte do funk.

A entrevista completa com o Zefirina Bomba eu publiquei no RecifeRock!

  • Recbeat 2007 – Segundo dia Com o transito louco do carnaval, todos os ônibus escoando pelas mesmas ruas, tudo bem infernal, é quase impossível chegar na hora planejada nos pólos. Me atrasei no segundo dia do Recbeat e peguei apenas o “boa noite!” de despedida do Rivotrill. Uma agonia quando isso acontece, porque metade…
  • Recbeat 2007 – Primeiro dia O infame ego pernambucano faz com que o estado brigue para ser a maior em tudo. O maior shopping, maior livraria, maior aeroporto, maior avenida, maior carnaval; a lista não pára. Esse orgulho mais bobo – aliás, por ser bobo – esquece que maior e melhor não são semelhantes….
  • Nova música do Arctic Monkeys Uma nova música, que deve estar no próximo disco, do Arctic Monkeys apareceu na última terça-feira… na rádio! Todo mundo – ou seria só eu? – esperava que a banda fosse deformar mais uma vez a cadeia alimentar e, então, eles resolvem jogar pelas regras. Se chama Brainstorm. Ela…
  • Nomes do Recbeat 2008A programação final do festival Recbeat, que ocupa o pólo mangue do Carnaval do Recife, deve ser divulgado oficialmente na próxima terça-feira (15) em coletiva para imprensa. A coluna já adiantou alguns nomes, que valem ser revistos e, claro, acrescentados com pelo menos uma novidade internacional. A primeira internacional que…
  • Recbeat 2008 – Quarto dia Eu quero tocar na Orquesta Típica Fernandez Fierro. Juro que quero. As melhores bandas são aquelas que você termina o show querendo fazer parte daquela história. E é muito raro para mim encontrar bandas assim. Ok, talvez no máximo eu quisesse estar no lugar daquele baixista do Pato Fu,…
  • Programação Recbeat 2007Foi divulgado oficialmente hoje, com coletiva no Recife (mesmo tendo sido liberado antes para a Folha de São Paulo, o que pessoalmente desaprovo). Programação bem melhor que ano passado – o que não chega a ser um mérito. Agora bem mais coerente, com atrações que valem a pena segurar a…
  • Festinha do RecbeatOntem rolou um chill-in do festival Recbeat para alguns convidados na casa da Red Bull (e que casa!). Discotecagem de Catarina De Jah (nunca tinha visto, que figura) e Schneider, com algumas bandas e o povo de sempre, que sempre se vê em todo canto da cidade. Climão legal, que…
  • Recbeat 2008 – Segundo dia  Fazia tempo que eu não via tanta gente no quanta ladeira. Sério mesmo, quando deu umas 17h parecia uma visão do apocalipse, com a diferença que estavam todos curtindo e enchendo a cara. O bloco de Lula Queiroga e Lenine tira onda de todo mundo de uma maneira que…
  • Recbeat 2008 Eu tinha feito uns mil planos para uma expectativa de ano novo aqui. Mas tá foda. Eu tenho respondido email em mesa de bar, escrito matéria no banheiro e feito entrevista no elevador, para conseguir usar o máximo possível do meu tempo para dar conta de tudo que inventei…
  • E por falar em Recbeat Ontem na festa também entregaram o primeiro EP da Júlia Says, banda que toca no festival e que tem sido considerado por alguns a grande promessa de 2008. Conheci o pessoal, por sinal, na própria coletiva que rolou do Recbeat na Livraria Cultura. Gente simples e aparantemente do bom….

Random Posts