Indústria – Pop up!

Entre os anos de 2005 e 2007 eu fiz um mestrado em comunicação na Universidade Federal de Pernambuco. O título da minha pesquisa é, até certo ponto, auto explicativo. Se chamou OK, Computer: transformações na cadeia produtiva da música causadas pela Internet. Foi inspirado um monte no trabalho de Luis Carlos Prestes Filho sobre a economia da música no Brasil e, numa espécide de contínuidade, eu segui com uma renovação das pesquisas (principalmente na área de teorias de comunicação e indústrias culturais); entrevistas (com gravadoras, músicos e jornalistas); e uma contribuição de áreas afins. Como encaixar esse papo de cauda longa, folksonomia e economia da colaboração nesse bolo confuso de idéias, por exemplo. Vou usar esse espaço para reunir um pedaço do que foi coletado e tentar dar continuidade ao assunto com links para novos textos e arquivos.

Quando eu terminar a revisão 4.0 da dissertação, eu disponibilizo ela aqui.

Cadeia produtiva:

O formato clássico da cadeia, pensado principalmente no mercado brasileiro. Ainda é falha em alguns pontos e confusa em outros (como, por exemplo, resumir tudo que acontece no ambiente online com ‘internet’)

Bibliografia:

ANDERSON, Chris. A Cauda Longa. São Paulo: Campus, 2006
BOULAY, Marinilda Bartolete. Guia do Mercado Brasileiro de Música. São Paulo: Imesp, 2007
BRAGA, José Luiz. A Sociedade Enfrenta sua Mídia. São Paulo: Paulus, 2006
HERSCHMAN, Michael. LAPA: Cidade da Música. Rio de Janeiro: Mauad, 2007
STRAUBHAAR, Joseph e LAORESE, Robert. Comunicação, Mídia e Tecnologia. São Paulo: Thomson, 2003

Random Posts