Pop up! » Arquivo » Novos formatos

Começou na última semana mais uma edição do South by Southwest (SXSW), evento de música que acontece anualmente no Texas. Este ano, além de uma enxurrada de atrações brasileiras – Lucy & The Popsonics e Telerama, entre os independetes, até Marcelo D2 – ele desafia ainda mais o formato clássico dos festivais de música. Não é uma tonelada de bandas enfileiradas em grandes palcos, forçando o público a um único dia e horário, apenas na esperança de ver aquela atração final. O SXSW transforma a cidade inteira onde acontece.

Os shows são todos espalhados. Os pubs, bares e clubes da cidade se transformam nos palcos da programação, que se divide em gêneros e cenas. Paralelo aos shows, outros espaços de Austin viram verdadeiros fóruns para discutir o futuro da música. Com uma diferença fundamental: quem está nas mesas não são mais as grandes gravadoras, mas o Google, Microsoft, LastFM, MySpace e outras empresas que são muito mais centrais quando o assunto é como vamos consumir canções no futuro. Para ficar atento a tudo que acontece, basta acessar o endereço www.sxsw.com.

Bem na fita
Fabrício Nobre, do festival Goiânia Noise e da Abrafin, manda notícias da representação que ele faz dos festivais independentes brasileiros no gigante SXSW, no Texas. E na foto, que fala mais que qualquer declaração, ele senta na mesa de palestrantes ao lado de, nada menos, o Glastonburry, Primavera Sound, Roskilde, Boonaroo e Womex.

Do mês
Ainda sobre o festival texano, lá foi palco de uma das primeiras grandes apresentações da “banda da vez”, pelo menos até que chegue o próximo hype. O Vampire Weekend tem muito mais referência no “fim de semana” que no “vampiro” do nome. São músicas alegres, numa pegada folk encontra o pós-punk, cantado sempre de forma acelerada e num agudo viciante. Quem ficou curioso pode ouvir-las no www.myspace.com/vampireweekend

Eletrônico
Uma verdadeira lenda vida da música eletrônica passa pelo palco da Nox em abril. A boate anunciou – e já está espalhando os cartazes pelo Recife – a vinda de Paul Oakenfold. Um dos principais nomes do Trance no mundo, ele é famoso pelas trilhas sonoras de filmes que assina. Um recente e que deu certo foi o “Colateral”, com Tom Cruise.

Tags: Goiania Noise, Paul Oakenfold, SXSW, Vampire Weekend

Random Posts

  • Recbeat 2008 – Segundo dia – Pop up!

      Fazia tempo que eu não via tanta gente no quanta ladeira. Sério mesmo, quando deu umas 17h parecia uma […]

  • Page 28 — Pop up!

    Talvez todo jornalista que já viajou demais pelo país cobrindo festivais deve ter pensando uma vez ou outra em fazer […]

  • A cultura da troca – Parte um « Pop up!

    O ano de 1999 foi cabalístico para a música. Aliás, para o mundo todo em geral. De certa forma, ele […]

  • Pop up!

    Setembro 28, 2007 | Author: Bruno Nogueira | Arquivar em: Discos Um dos principais lançamentos que a Monstro Disco desse […]