Entrevista: Legendary Tigerman « Pop up!

O homem tigre do blues

O Legendary Tiger Man, atração internacional no domingo do Abril pro Rock deste ano, é um ótimo exemplo de como a cultura globalizada só chega no Brasil se for empurrada pela onda do ‘mainstream’ (resumida geralmente na MTV). Apesar de independente, a banda de um homem só já percorreu todos os principais palcos da Europa e Estados Unidos desde o lançamento do primeiro CD em 2002. Só agora, três anos depois, chega a nosso País para enfrentar um novo público não apenas no sentido geográfico, mas também no próprio estilo de música.

“Já tive bastantes concertos em grandes festivais , entre bandas diversas e, em geral, os resultados foram muito bons”, comenta o português Paulo Furtado, dono do alter-ego do lendário homem tigre, que confessa não estar nada intimidado com a nova experiência. Ele dá a receita para o público e diz que “basta manter-se aberto e receptivo”. Ele mesmo, que ainda não tem referência da música de Pernambuco, vai dar o exemplo, “espero vir carregado de música nova quando voltar daí”.

Furtado apresenta o blues para o Abril pro Rock, novidade que vai causar impacto em quem chegar no evento procurando novidades dançantes. A principal curiosidade nas apresentações dele, infelizmente, não vai acontecer aqui. Nos shows, ele literalmente ilustra as músicas em vídeos que produz em Super 8. O trabalho é parecido com o que é feito aqui pelos grupos Mídia Sana e Yellow, que poderiam encontrar, nessa presença internacional, um porta aberta para finalmente embarcarem nas próximas edições do principal festival da cidade.

Para quem quiser saber onde vai estar pisando, o Legendary Tiger Man disponibiliza todas as músicas do primeiro disco no seu site pessoal. A promessa para quem for conferir é de 50 minutos de música intensa, rude e crua.

Publicada originalmente no dia 04 de abril de 2005

Random Posts