Sem prioridades « Pop up!

Semana passada, a Ordem dos Músicos em Pernambuco enfrentou pela primeira vez, cara a cara, os questionamentos e exigências dos músicos do Estado. Depois de tanto se perguntar “pra que uma OMB?”, a impressão final é que ninguém tinha muita certeza de que resposta gostaria de receber. O motivo? Porque a ordem dizia que iria continuar fiscalizando e os músicos disseram que continuaram encontrando palco para se apresentar.

O que falhou em ser dito é que a OMB existe, por lei, para servir o músico e não contrário. Se o palco não é mais problema, então categoria e representantes deveriam passar para outras questões, como a programação das rádios. Um órgão federal como a OMB pode ser o impulso necessário para garantir uma cota justa e de qualidade para artistas locais nas rádios da cidade. Necessidade que já é gritantemente maior que um palco para quem faz música hoje.

Natal
O festival Mada está negociando, ainda nos bastidores, a vinda da The Bravery para o Nordeste. Banda de Nova York que puxa de New Order até Franz Ferdinand nas influências. Desconhecida, mas interessante.

Incentivo
Um adolescente de 16 anos atingiu a marca de 1 bilhão de downloads pagos no site da Apple. Recebeu uma ligação às 1h da manhã e ganhou um iMac, 10 iPods e U$ 10 mil em downloads de música. A música premiada foi a “Speed of Sound”, do Coldplay.

Mudança
O Esteroclipe, programa apresentado por China e Fábio Trummer que dá espaço para clipes de bandas locais está com novo horário. Agora é exibido apenas aos domingos, ainda sem horário definido. O programa vai passar a ter duas horas de duração. Ainda pela Estação TV (canal 14).

Random Posts