Como se comportar em uma conferência « Pop up!

sxsw-1118554

Com o Porto Musical começando nesta quarta-feira, o texto que Derek Silvers publicou recentemente em seu site parece providencial. Para quem não o conhece, Derek é o fundador da CDBaby, um dos cases de maior sucesso no mercado independente dos Estados Unidos. Ele faz discos sob-demanda para bandas e, aos poucos, foi crescendo uma estatística interessante de que quem está vendendo pouco são as grandes gravadoras. Em seus 15 anos de trabalho, ele já esteve em diversas conferências similares ao Porto, como a Womex e SWSW e escreveu esse guia abaixo, que ele chamou de “O TAO da promoção: é tudo sobre eles e não sobre você“.

Abaixo tem algumas dicas selecionadas. Recomendo a leitura completa do guia dele para quem for nesta e também na Feira da Música de Fortaleza, entre outras que estão surgindo no país.

  • A melhor maneira de ser interessante para as outras pessoas e se interessar por elas;
  • Aprenda a ser um bom ouvinte. Se interesse pelas pessoas ao seu redor;
  • Converse sobre coisas que não são apenas trabalho. Pergunte sobre coisas que as pessoas gostam;
  • Pense em maneiras que você pode ajudar e/ou colaborar com elas. Se ainda não sabe, continue fazendo perguntas;
  • Sempre pegue o cartão de visita e faça anotações no verso assim que encerrar a conversa;
  • Toda noite, antes de dormir, passe todas as informações do cartão – incluindo as anotações – em seu computador (isso é crucial e não deve ser acumulado entre os dias);
  • Mande um email bem curto depois, conectando o eu digital com o físico. (“Olá João, bom te conhecer hoje. Eu sou o cara de blusa vermelha que também odeia Bjork. Você estava certo sobre aqueles burritos! Ainda quero ver aquelas suas fotos da Malasia. Talvez nos encontremos ainda na festa de amanhã”). Em sua assinatura, lembre de por todos os contatos;
  • Espere para falar de você apenas quando as pessoas se mostrarem interessadas. Lembre-se, não é sobre você, mas sobre eles;
  • Quando perguntarem sobre você ou sua banda, tenha sempre uma descrição bem pequena (MESMO!) do que se trata. De forma a induzir sempre curiosidade;
  • NÃO empurre suas porcarias em todo mundo. Não entregue CD, nem fliers, deliberativamente. Espere que as pessoas peçam, ou tente voltar ao assunto caso não aconteça;

Esse é um dos erros mais clássicos que podem cometer, porque mostra que você não entende do que está acontecendo ali. O verdadeiro contato de negócio é feito no “follow-up”. A conferência é apenas uma distração, usada para contatos iniciais como descrito acima. Tenha certeza que tudo que você entregou a quem não pediu vai ser jogado fora logo depois. Se você quiser que eles tenham algo seu, mande depois, separadamente.

A melhor hora para fazer negócios é quando o contato está sozinho, em seu escritório, semanas depois da conferência. Sem distrações, podendo dar atenção direta a você. Este é o momento que você quer que eles prestem atenção em seu trabalho, quando estão focados apenas em você. Nessa hora, vão se lembrar de como você é uma pessoa simpática e tem uma ótima conversa e, quando descobrirem seu talento, vão ter a sensação de que “descobriram você” e não que foram bombardeados por um chato.

Silvers acredita que apenas 1% das pessoas que vai a conferências se importam em fazer esse “follow up”. E que portanto perdem todo o esforço que foi ter ido até a conferência. Apesar da observação que ele faz ser bem óbvia – aquele é um momento muito particular do conferencista ou do produtor que está visitando o local – é realmente algo difícil de se perceber pela maioria das pessoas. São dicas valiosas para quem quer divulgar sua música de forma bem feita.

Random Posts