Page 27 — Pop up!

  • eagles-5994113

    A programação saiu já faz tempo, mas eu tinha deixado passar em branco aqui. Quem achava que o Eagles of Death Metal era a única novidade, o festival ainda vai apresentar o ótimo El Mato a un Policia Motorizado, da Argentina. Sem falar que conseguiram montar uma boa programação no domingo apostando basicamente em nomes locais, com direito ao reencontro do Little Quail and the Mad Mirds (e sempre que falo o nome deles, o “turururur tuu” de Stock Car entra no repeat mental). Confere ai:

    Leia o texto completo »

    Seção – Blog

  • reuniao-8273592

    Apesar de ser o maior setor de produção cultural do país, a música nunca foi o exemplo mais organizado. Ao contrário do audiovisual, que descobriu mais cedo a importância dos festivais e de legitimar um circuito que não vem das grandes multinacionais, apenas agora que começa a aparecer maturidade no debate entre artistas do campo da música e políticas públicas no Brasil. Um começo tardio, mas que está em ritmo acelerado na formação do que está sendo chamado de Rede Música Brasil. Um movimento social que reúne todas as forças ligadas a música no país, com a participação e chancela do Ministério da Cultura, para traçar o futuro do investimento nesse setor no país.

    Leia o texto completo »

    Seção – Blog

  • bdc-5695574

    De: Goiânia
    Selo: Monstro Discos
    Para quem gosta de: King’s of Leon, MQN e The Datsuns

    Quando o Black Drawing Chalks começou, em Goiânia, não tinha nem a pretensão de ser uma banda. Imagina, então, de serem logo a banda mais legal hoje no Brasil. Eles eram apenas um pretexto para que Victor (guitarra e voz), Douglas (bateria) e Marco Bauer (ex-guitarrista) brincassem com material gráfico e identidade visual na faculdade de Design. Era tipo amigo imaginário e o nome não podia ser melhor. Em inglês, traduz o giz usado para desenhar no quadro negro. Só após abaixar a poeira da desgastante corrida pela próxima grande coisa que aparecesse do cenário independente – quando após uns cinco/seis anos todos se deram conta de que isso não existiria – eles foram uma das poucas bandas de verdade a resistir.

    Leia o texto completo »

    Seção – Blog

  • moveis-4485230

    Semestre passado, durante uma disciplina que eu dei na graduação da UFBA, um aluno perguntou “professor, você só conhece jornalista ruim, né?”, de tanto exemplo que eu trazia na aula. Mas eu tive que explicar que o abusrdo já fazia de certa forma parte da profissão, por mais grosseiro que certas coisas soassem. E agora, a Época, da editora Globo, descobriu com atraso maior do que já foi permitido que o jornalismo cultural brasileiro – inclusive o praticado por ela própria – é preguiçoso e retardado ao ponto extremo da vergonha alheia.

    Leia o texto completo »

    Seção – Blog

  • guadalupe-4658247

    Já está no ar a quarta edição do Novos Mestres, podcast apresentado por mim no site da Cerveja Nobel. Nessa rodada tem música de Terminal Guadalupe, Cassim e Barbária, Móveis Coloniais de Acaju, Rockz e Sweet Fanny Adams, além de O Garfo em fundo. Para ouvir esse, e os anteriores, basta acessar o site www.cervejanobel.com.br. Lembrando que, até agora, já passaram pelo programas as bandas Vivendo do Ócio, Cabaret, Volver, Banzé, Nuda, Cérebro Eletrônico, Nublado, Identidade, Sapobanjo, Rubinho e Força Bruta, Siba e a Fuloresta, Wado, Curumin e Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta. O Novos Mestres é um espaço que a Nobel abriu para divulgar novas bandas do país em seu site oficial, somando boa cerveja com boa música.

    Seção – Podcast

Random Posts