Fábio L. (1963-2009) « Pop up!

Email triste enviado pelo Rodrigo Lariú ontem, avisando que faleceu na segunda-feira o Fábio Leopoldino, 46, ex-vocalista das bandas Eterno Grito, Stellar e Second Come. Essa última, que você pode ouvir no clipe acima, é o verdadeiro marco inicial de toda cena indie no Brasil. Cheguei até fazer uma referência ao nome da banda aqui recentemente, como trocadilho para anunciar o retorno de Messias Bandeira (brincando de deus).

O Second Come não apenas permitiu que existisse uma cena que vai de nomes pequenos como Superguidis e Lucy and the Popsonics até a Nação Zumbi e Pato Fu uma existência com seriedade e respeito, como também teve no público dos seus shows as mentes pensantes e formadoras de toda a cena independente hoje como conhecemos. Como pais de nossa geração, eles foram os mais afortunados até agora em toda essa história. Faziam as melhores bandas e, sem a pressa de hoje, viveram uma época onde era possível se apaixonar por uma música naquele mesmo segundo que a ouvia.

Abaixo, reproduzido o email do Francisco. Baixista do Second Come, que foi quem espalhou a triste notícia para todos:

Estranho isso, mas neste momento, realmente não sei o que faço.

Acabei de receber uma notícia extremamente triste e a única frase que me veio foi o nome desta música.

Hoje, lá pelas três da tarde, faleceu o Fábio Leopoldino. Fábio L., como na época do Second.
Segundo informações de um amigo comum, que foi avisado pela mãe do Fábio, ele teve um infarto e não chegou sequer a receber socorro. Apenas pediu a mãe que ficasse com ele. Poético, como foram suas composições.

Durante alguns anos, após o final do Second Come, fiquei sem falar com ele. Vários foram os “motivos” que me levaram a acreditar que eu estava certo. E vários foram os motivos que me levaram a acreditar, depois, que estava errado.

Quando voltamos a conversar foi ótimo. E libertador.

Mas agora não valem mais as palavras.

Apenas peço que os que o conheciam, pessoalmente ou por suas músicas, desenhos, contos, etc. lembrem dele agora de uma forma boa, com aquele pensamento bom que poucas vezes temos na vida. E que essa luz o ajude nesta passagem.


F. Kraus

A maior influência direta do Second Come, ainda em atividade, talvez seja o própria Midsummer Madness, selo / zine / empreitada do Lariú. Nada mais justo, em homenagem, ele disponibilizar lá o download da discografia completa da banda carioca.

Random Posts