Los Hermanos: 4 « Pop up!

Os fãs do Los Hermanos acabam de ganhar um motivo de verdade para chorar nos shows. Motivo que deve se manifestar de maneiras diferentes, todas através do novo disco “4”, que deve estar esgotado nas lojas até próximo fim de semana. Disco que marca, talvez, a fase mais introspectiva do grupo e reflete a idéia pouco necessária de se trancar dois meses numa fazenda para conseguir criar.

Já é tradição dos quatro barbudos, que só lançam disco no intervalo de cada dois anos, trazer uma face nova em cada trabalho. Eles estão numa fase MPB, com presença dos sintetizadores e também percussão perdida nas guitarras sem distorção. De resto, faz lembrar bastante a época da música de praia e das letras literatas em excesso de Chico Buarque.

Se não por isso, será pelo fato que “4” é o disco mais difícil do Los Hermanos. Não se deve escutar ele de surpresa, tampouco levar para uma festa. Escutá-lo é um quase ritual. Tentativa boba, já que esse “difícil” é, na verdade, quando se tenta associar aos discos anteriores, “4” é um trabalho simples, enxuto e visivelmente parte de um momento pessoal. Se as músicas trazem algum sentido escondido, é apenas para eles.

Das 12 faixas, sete são assinadas por Marcelo Camelo e cinco por Rodrigo Amarante. As diferenças entre elas são fortes, já que o primeiro sequer chega a formar sentenças inteiras. Apesar do impacto da primeira audição, onde tudo demora a deixar de ficar tão lento, “4” é um disco bem executado.

Existe ainda uma divisão bem evidente, de ordem cronológica. A primeira metade de “4” é toda de melancolia em excesso e, em alguns momentos, chega ao exagero de ter segundos de silêncio. É onde se encontra um Los Hermanos mais à vontade e até mais criativo. Com excessão de “Paquetá”, música perto de uma valsa, essa primeira parte tem uma caracterísitica saudável. Ponto para a banda, que vai evitar frases de efeito nesse trabalho. A segunda metade chega com uma sensação forte de obrigação. Músicas animadas e letras fáceis. É nessa leva que está “O Vento”, de trabalho que está tocando nas rádios. E o provavel é que saiam daí os principais sucessos em clipe e shows.

Publicado originalmente em 30.07.05

Random Posts