DJ | Pop up!

  • Blog
  • Reportagens
  • Discos
  • Downloads
  • Sobre o site e o autor

13/12/2008

Aproveitando o sábadão parado – se bem que logo mais tem show dos Honkers (BA), Nuda (PE) e Zefirina Bomba (PB) no Pelourinho e, de noite, Baile Esquema Novo – para fazer umas indicações que eu estava devendo.

Contribuindo com a profecífia de que Natal vai se transformar na próxima  capital do rock independente no Nordeste, surge o primeiro site realmente legal com notícias de música de lá: O Inimigo, escrito por Alexis Peixoto, Hugo Morais, Tiago Lopes e Daniel Faria.

Thiago Correia, ou Tapioca, como é melhor conhecido, que ficou no meu lugar na Folha de Pernambuco, também decidiu guardar todos os textos dele num blog (o popup nasceu assim). Tá tudo lá no Orelhando. Por sinal, ele e O Inimigo são feitos com wordpress também 🙂

E entre as boas descobertas em Salvador, o blog de Katherine Funke, que também trabalha lá no Jornal A Tarde. Ela até comentou aqui na música do Retrofoguetes e só vi agora. Notas mínimas segue a linha do blog da Dani. Bem pessoal, só que com vários mini contos e pequenas histórias.

@@@@

Tinha esquecido de avisar por aqui. Luciano Matos, que grava comigo o Podcast Nordeste Independente (ele não morreu, acreditem), está com um programa novo de rádio. Radioca é apresentado por ele e Ronei Jorge. Passa na Educadora FM, bem em sintonia com a nova cena independente, e também pode ser ouvido pela Internet.

E eu achava que Bruno Pedrosa (o dj) estava com um programa novo na Oi FM. Mas parece que ele foi apenas convidado para uma edição do Na Pista. Anyway, dá para ouvir pelo site da rádio também.

Written by Bruno Nogueira 3 Comments Posted in Blog Tagged with Bruno Pedrosa, DJ, Notas Mínimas, O inimigo, Orelhando, Radioca 22/08/2008

Já pensou como deve ser um dj set do Morrissey? Na próxima sexta-feira, 29, ele vai apresentar e fazer a programação do Morning Becomes Ecletic, programa que vai ao ar na KCRW, nos Estados Unidos. Geralmente, quem é convidado do programa também costuma fazer uma apresentação ao vivo no estúdio, mas Morrissey disse que só queria mesmo bater um papo com o público.

O programa já está gravado e vai ter músicas de Buzzcocks, The Courtneeners, Noël Coward e Sparks. Vai ficar disponível para audição lá no site da KCRW também. Mas fico pensando até onde isso é algo perigoso. Tenho medo de descobrir que um cara feito Morrissey tenha um gosto musical que eu deteste, até porque meu pedestal tá ficando vazio na seção de idolatrias.

Em tempo… a KCRW é uma rádio que funciona no campus do Santa Monica College. Imagina o Morrissey chegando na sua faculdade para gravar um programa de rádio com os alunos?

Written by Bruno Nogueira 1 Comment Posted in Blog Tagged with DJ, morrissey 16/07/2008

bnegao-3861018

Para quem tiver perdido pelo Recife, hoje tem DJ Set de BNegão na cidade. Ele toca na festa Sonora, que o DJ Bruno Pedrosa (não, não sou eu) organiza na pitombera em Olinda. Mas isso é só pretexto, porque amanhã rola a Sonora Golden Plus, no clube Vassourinhas. Dai rola show mesmo do cara, com as músicas do mais recente disco dos Seletores de Frequência, mas batizado de BNegão Sound System, acompanhado por Pedro Selector e DJ Castro. O esquema da Sonora é honesto: Diversão garantida ou seu dinheiro de volta.

Hoje tem ainda o próprio Pedrosa, junto com Bahiano e Celso Moreira no som, amanhã tem a Guardaloop fazendo show de abertura.

De carona na programação do Festival de Inverno de Garanhuns, aquele que está dividindo opiniões alguns posts abaixo – e que a garota garantiu dar mais do que deve para quem a levar para assistir – a banda Fóssil faz show sexta-feira no Cortiço. Para quem anda perdido e não entendeu, Fóssil é nada menos que uma das melhores bandas instrumentais do cenário independente nacional hoje. A última vez que passaram pelo Recife foi durante as Noites Abrafin, no Porto Musical. Eles tocam junto com o Julia Says. Eles estão na programação do Festival Calango também.

E ontem rolou lançamento do Combat Samba, do Mundo Livre, aqui. Mas eu perdi. Alguém pode dizer como foi?

Written by Bruno Nogueira 1 Comment Posted in Blog Tagged with Bnegao, Bruno Pedrosa, Calango, combat samba, DJ, Fossil, julia-says, Mundo Livre, show, sonora 13/05/2008

fila_nave-8814481

Eram oito horas da manhã do domingo. Dia das mães, alguns carros já passam pela beira mar ensolarada de uma Salvador mais fria do que o comum. O dia começava para a maioria das pessoas, mas o anterior ainda não havia encerrado para um grupo de seis pessoas, que dançavam na boate Boomerangue numa festa que havia começado às 22h do sábado. Das tantas que já passei, a Nave, comandada por Luciano Matos e Jan Balanco é a melhor do Brasil. E ontem foi a melhor de todas elas.

A foto que abre esse post é da fila. E ela continuava fazendo curva na rua mesmo depois das 3h, quando eu entrava no meu segundo set. Público insano, noite louca daquelas que muita gente vai chorar mais tarde ao perceber que nunca vai se repetir. No aniversário de três anos, foram 22 DJs em esquema de duelo. Eu toquei com Mariana o que deve ter sido meu set mais indie até agora. Sem hits, de Vampire Weekend a b-sides do Bloc Party. Precisei de dois dias para me recuperar de tudo.

Axé
Falando em Salvador… a cidade vai bem demais das pernas. Uma semana depois da Nave tem o Baile Esquema Novo. No dia seguinte a festa, tinha abertura de temporada do Cascadura. Temporada é uma coisa que ainda não existe para nenhuma banda de rock do Nordeste. Coisa que eles só conseguiram com o grande público que conquistaram em casa. Daqueles que pagam para ver ingresso. Camilo, do Baile e Dimitri, do Cascadura, estavam na Nave. Assim como Ronei Jorge, que discotecou enquanto se esquentava para lançar música inédita, “Vidinha”, só em forma de clipe. Esse é o tipo de diferença que uma única casa pode fazer numa cidade com cena unida.

É tipo matemática
Uma cidade tem que ter de tudo isso para a equação dar certo. Casa boa, banda boa, público bom. Enquanto Salvador celebra, Natal está em cheque logo agora que tem bandas ótimas. Com um público que não está conseguindo dar o devido valor a cena local, Anderson Foca está começando a anunciar aos poucos o fim do oásis do rock no Nordeste, o DoSol Rockbar. Fecha não, Foca!

Mas o intercâmbio segue
Nesse período tenebroso, o Recife começa a se reconfigurar com uma cidade movimentada justamente no inverno, época que as bandas escolhiam para ir ao sudeste (por sinal, o Julia Says tá por lá). Quem chega por aqui no fim de semana a Joseph K, de Fortaleza (e que teve disco lançado por Foca) já com uma agenda cheia de shows marcados na cidade nos dias 16 e 17. Logo depois parte para João Pessoa. Na outra semana, véspera de feriado, o novo projeto Pernambuco Pop, que já teve show com China, apresenta Nuda e Amp no bar Cortiço,

Written by Bruno Nogueira 4 Comments Posted in Coluna Tagged with Amp, DJ, DoSol, Festa, Foca, Joseph-K, Natal, nave, Nuda, ronei-jorge, salvador 21/05/2007

Joseph Ratzinger ainda estava se acostumando a ser chamado de Bento XVI, quando na ocasião de sua primeira saída do Vaticano decidiu aparecer num show. Sim, desses de música mesmo. Foi na cidade alemã de Colónia e sua produção teve a feliz idéia de contratar um artista moderno – será que na esperança de acalmar uma das lideranças mais conservadoras que já teve? – para receber o pontífice. Ninguém menos que o nosso DJ Dolores. “Não sei porque diabos me chamaram, mas levaram a banda toda e com um ótimo cachê”, comenta Helder Aragão, o dito cujo. A apresentação foi em um estádio de futebol lotado, com cerca de 60 mil pessoas. “60 mil pessoas sóbrias”, reforça o DJ Dolores, que passou o restante do dia tentando de tudo para conseguir uma dose de whisky. Só depois de muito tempo que conseguiu uma garrafa de Jack Daniels, toda enrolada e escondida em um pano. “Parecia droga pesada!”, lembra. Ele não era o único brasileiro presente no evento. Pelé também curtia sóbrio os samplers de Dolores, ao lado de figuras como o diplomata Kofi Anan.

No Japão
Imagina como deve ser, para um artista de Pernambuco, tocar no Japão? Silvério Pessoa esteve lá se apresentando e publicou todo o diário de viagem, com direito a fotos, em seu blog. Os dois discos e o ótimo novo DVD já são vendidos até daquele lado do mundo. Quem quiser conferir em detalhes, o endereço é o www.monolitico-tema.blogspot.com

Livros
Everett True, que quase desembarcou no Recife ano passado para o festival Coquetel Molotov, acaba de lançar lá fora 600 páginas sobre a vida de Kurt Cobain. Numa época onde jornalistas ainda tinha esse poder de descobrir bandas, foi True quem disse que o Nirvana seria a próxima grande virada no rock. Por enquanto, não tem previsão do livro aparecer aqui.

Blues
Um “dream team” está sendo montado para se apresentar no Recife. Robben Forde, guitarrista que já acompanhou lendas como Miles Davis e Wayne Shorter. Ele será acompanhado pelo baterista Gary Novak, parte da banda de Alanis Morrisete e o baixista Chris Chaney, do Jane’s Addiction. O show será dia 15 de junho. Mais detalhes em breve.

Festivais
Foi lançado ontem o 1ø Edital Petrobrás de Festivais de Música. A primeira conquista concreta da Associação Brasileira de Festivais Independentes, a Abrafin. O Instituto Moreira Salles, que está mapeando esses eventos no país, será o responsável na gestão desse edital. O regulamento e ficha de inscrição estão no endereço www.editalfestivaisdemusica.com.br

Written by Bruno Nogueira No comments Posted in Coluna Tagged with blues, Coquetel Molotov, DJ, DJ Dolores, festival, japão, nirvana, papa, produção, Silvério Pessoa eu-2566371 Jornalista, professor, pesquisador e pai. Música, mídia, redes sociais… e boa gastronomia! 🙂

Random Posts