independente | Pop up!

  • Blog
  • Reportagens
  • Discos
  • Downloads
  • Sobre o site e o autor

13/01/2012

O Mini, do Walverdes (também conhecida aqui no blog como uma das melhores bandas de rock do país), fez uma compilação sensacional de todo o bate boca que vem acontecendo no mundo independente pós-abrafin. É um ponto de referência fundamental para quem quiser entender tudo sobre o que acontece nessa tão conturbada e desgastada cena.

Nas palavras do próprio:

O objetivo desse espaço é reunir em um único lugar os textos mais interessantes da discussão sobre cultura independente que vem tomando conta dos meios digitais nos últimos dois anos. Pouco a pouco, foi se formando uma espécie de bibliografia viva que, na minha opinião, fica mais rica quando é reunida. Alguns dos textos abaixo foram incrivelmente inspiradores pra mim, especialmente se lidos em contraste com outro.

Quem quiser conferir o quebra cabeça e se aventurar em desvendar os mistérios do indie nacional é só acessar: http://discursoalternativo.tumblr.com/.

Boa leitura!

Written by Bruno Nogueira 2 Comments Posted in Blog Tagged with independente, polemicas 22/05/2009

josephk-2115521

Chove pesado no Nordeste. Sai de Salvador debaixo d’água, cheguei numa Recife totalmente inundada por vendavais. Clima bom para ficar em casa e aproveitar para se atualizar no que está rolando na região. Desde o começo do mês que tem novidade de quase todos os estados circulando na internet. Prepara o download ai:

Quem abriu a porteira foi a Joseph K? (foto) de Fortaleza. A banda, que completa cinco anos de formação em 2009, lançou o segundo disco direto com link no Badongo. “The Full Time Rockers Club”. A novidade é que eles, que começam a ganhar aos poucos um nome de destaque no circuito fora de casa, agora passam a cantar em inglês. O arquivo tem 91mb e para conferir você clica aqui.

Enquanto isso, Natal começa a retomar o fôlego após o banho de água fria que foi o fim prematuro de duas de suas principais bandas. E quem traz as boas novas é, mais uma vez, o agora “ex-Sink” Anderson Foca, com a nova The Rejects. Um power trio com as guitarras estourando o último volume, competindo diretamente com a voz grave de Júlio Cortez. O primeiro EP tem três faixas, com 15 minutos de duração, seguidas num único arquivo. Batizao de Devils Corner, ele pode ser baixado aqui.

Foca também teve seu dedo em outro lançamento, dessa vez na Paraiba. A banda Nublado gravou um novo EP no estúdio DoSol, com produção de Dante (Calistoga). O resultado é impressionante. Talvez uma das melhores bandas pop a surgir em João Pessoa neste semestre. A banda ganha em maturidade, mas o “pé no chão” tem sola agora para circular todo o país no circuito dos festivais. Quem ficou curioso, pode baixar as músicas no próprio MySpace deles.

Já em Salvador, quem manda notícia é Messias Bandeira. Um dos padrinhos do indie nacional, o ex-brincando de deus continua sua missão de lançar um novo disco a conta-gotas. Ele agora disponibiliza a terceira faixa, “God, if can you hear me“, que lembra mais sua antiga banda que todas as outras que ele apresentou agora. Esse retorno cauteloso de Messias é para ser observado de perto, com bastante atenção. E quem quiser entrar nessa empreitada, baixa a música no site Reverbnation. Lá também tem as outras duas já lançadas.

No Recife, a Devotos lançou o primeiro disco ao vivo, que marca os 20 anos da Banda, e logo mais também vai virar DVD. Mas esse não tem para baixar (legalmente) ainda. Enquanto isso, a Júlia Says se prepara para mais uma temporada em São Paulo com o novo EP Menos é Mais. Tem seis músicas e, algumas delas, como , já estão viciando quem pára para ouvir. Você entra nesse time baixando o disco aqui, ó.

Para encerrar, não é exatamente uma novidade, mas Wado avisa via Twitter que seu último disco, Terceiro Mundo Festivo já pode ser ouvido e baixado na integra em seu MySpace. Foi um dos melhores lançamentos do ano passado e, quem perdeu, pode correr atrás do tempo perdido conferindo faixa a faixa lá em sua página.

Só faltou Maranhão, Piauí e Sergipe! 🙂

Written by Bruno Nogueira 1 Comment Posted in Blog Tagged with brincando de deus, independente, Joseph-K, julia-says, Messias Bandeira, Nordeste, Nublado, rejects, wado 24/04/2009

mapa-8319965

Tarefa para o fim de semana 🙂 As agências Alavanca e Identidade Musical se juntaram para um projeto bem legal e importante. Eles querem fazer um mapeamento espontâneo da música independente no Brasil. Por isso desenvolveram uma pesquisa, a princípio, dividida em três partes. A primeira é direcionada para quem escreve em blogs e sites sobre música. São uma série de perguntas simples, como tempo do blog, assuntos principais, quanto tempo se dedica a ele, etc.

O esforço já está ganhando apoios e parceiros. A Associação Brasileira de Festivais IndependentesAbrafin e o Espaço Cubo, de Cuiabá, já chegaram junto para ajudar e o Pop up também entra no esquema. Se você tem um blog que fala sobre música, principalmente sobre música independente, não deixe de se fazer notado. Os próximos passos são música e público. O link direto da pesquisa é esse aqui, mas quem quiser saber mais sobre o projeto todo vale dar uma lida no site que eles bolaram.

Written by Bruno Nogueira 1 Comment Posted in Blog Tagged with alavanca, identidade musical, independente, mapeamento, pesquisa 21/09/2007

O bolso vai chorar muito agora no fim do ano com as novas atrações que estão sendo anunciadas para se apresentar no Brasil. Depois do Planeta Terra confirmar o Tokio Police Club, Kasabian e Pato Fu junto aos shows do CSS, Lily Allen, Devo e Supercordas, foi o Goiânia Noise que deu só um gostinho do que está vindo por ai com 10 atrações para a edição deste ano. Seis delas são gringas: Battles, The Legendary Tigerman, o duo chileno Perrosky, The DTs, o argertino Sebastian Rubin e os uruguaios do Motosierra. Para completar a prévia, tem também MQN, Mechanics, Ecos Falsos e Mundo Livre S/A.

O 13º terceiro Goiânia Noise será entre os dias 23 e 25 de novembro, apenas 15 dias após o Planeta Terra e um mês após o Tim Festival. O show do Battles e os DT’s estão na listas de imperdíveis do ano. Já o Tigerman, eu tive oportunidade de assistir numa edição passada do Abril pro Rock e não foi tão empolgante assim. Teve um pouco a ver com o público reduzido e o fato de que informação demais – o show dele tem muita informação, com filmes e garotas seminuas no palco – sempre choca na primeira impressão. Quem sabe agora ele tem mais sorte.

Essa abundância de festivais me lembra muito o fenômeno da cauda longa. Aquele que diz que os mercados de nicho estão desbancando o de massas. Tem tanta informação circulando, com tanta gente absorvendo, que simplesmente existe um público impressionante atrás de boa música. Eu falei aqui do Coquetel Molotov, mas se
liga só como foi o Se Rasgum no Rock, que rolou lá no Pará:

http://www.youtube.com/watch?v=43mO-v37Crw

Cabaret é favorita aqui da casa, então sou suspeito para dizer que quem perdeu, já tem motivo para se arrepender. Enquanto Marvel – que virou muso-pop-trash por três dias no finado papelpobre – vomitava glitter no público, os Astronautas transformavam Minas Gerais no espaço sideral quando tocavam no Jambolada. Olha só as fotos:astronautas-8955935E no Multiply da Adreana tem muito mais foto do que rolou por lá. Enquanto isso, em João Pessoa, o Festival Mundo mostrava que a cidade tem muita competência para ter uma grande estrutura de shows. E saiu com um saldo muito mais positivo que o esperado, graças as pessoas que acreditaram nesse potencial da região. No pique que está, o Nordeste vai ficar um lugar pequeno demais com tantos shows e bandas conseguindo um bom espaço.fossel-5963458E tem um montão mais de fotos do Mundo no flickr do Anderson Sou só eu que acha impressionante quatro festivais de médio porte tão legais acontecendo ao mesmo tempo ao redor do país? Acho que não. Confere lá a cobertura que o Luciano Mantos fez do Se Rasgum.Esse mês ainda rola o Garimpo, organizado pelo pessoal do programa de TV Alto Falante em Belo Horizonte, e em novembro tem o Demo Sul, em Londrina. Mas depois dessa enxurrada de eventos, quem vai povoar os festivais do próximo ano? No fim de semana eu dou umas dicas de gente que anda atualizando o MySpace de música nova e de qualidade. Fica atento! Written by Bruno Nogueira 3 Comments Posted in Blog Tagged with Abril pro Rock, Battles, Cabaret, Cansei de Ser Sexy, Coquetel Molotov, devo, Ecos Falsos, festival, festival-mundo, independente, kasabian, legendary-tigerman, Lilly Allen, Mechanics, MQN, Mundo Livre, Pato Fu, perrosky, se-rasgum-no-rock, supercordas, Tim Festival, tokio-police-club eu-2167053 Jornalista, professor, pesquisador e pai. Música, mídia, redes sociais… e boa gastronomia! 🙂

Random Posts

  • Grito coletivo « Pop up!

    O Grito Rock, considerado por alguns o maior festival independente da América Latina, começa a tomar forma já no primeiro […]

  • Black Drawing Chalks @ Festival DoSol 2010 « Pop up!

    Black Drawing Chalks ao vivo no festival DoSol. Foto de Rafael Passos Talvez tenha sido a platéia gigantesca do SWU, […]

  • Vida soberba « Pop up!

    Opa. Tudo certo? Musiquinha? Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. […]

  • Pop up!

    21 Agosto, 2007 21 Agosto, 2007 14 Agosto, 2007 12 Agosto, 2007 11 Agosto, 2007 11 Agosto, 2007 11 Agosto, […]