Mombojó | Pop up!

momojo-4528102

Mombojó

Duas grandes (e outras duas boas) notícias no começo de escalação do Recbeat. O festival, que influênciou o formato inteiro do Carnaval do Recife, divulgou os quatro primeiros nomes que se apresentam esse ano. De cara, já é a melhor alternativa para quem não quiser encarar a necrofilia que vai ser o show do Raimundos no mesmo período. Mombojó e Baiana System são certezas de melhores momentos mesmo antes do evento acontecer (se bem que, sei lá, tudo é possível :P). A cidade estava devendo ao Mombojó o retorno aos festivais e “Amigo do Tempo”, nas listas de melhores do ano só colabora para isso.

O Baiana System é tipo show perfeito para o Carnaval. Guitarra baiana + Dancehall, que é dona da melhor noite em Salvador. A passagem de Gaby Amarantos ano passado rendeu tanto que o Pará está de volta com o tecnobrega na programação. Felipe Cordeiro é de uma vertente mais pop-classe-média do gênero e promete repetir a euforia de Gaby ano passado. Quem vem do Pará, mesmo não sendo de lá, também é o DJ Patrick Tor4, figura sempre presente onde a música importa, vai discotecar em uma das noites do festival.

Os Mombojós viraram heróis japoneses retrô em “Papapá”, clipe que divulga o novo disco deles “Amigo do Tempo”. Primeiro trabalho da banda no formato “quinteto”, com dois integrantes a menos, o disco traz eles de volta a um mundo sem frescuras de gravadoras. Por isso, está disponível para download lá no site da banda. A música antecipa um dos melhores repertórios do grupo até agora, com clima “space-vintage” e direito até a coreografia. Já dá para imaginar as dancinhas nos futuros shows.

O clipe tem direção de Fernando Sanches, o mesmo que fez o clipe da música “O mais vendido” do disco passado dos Mobojós. Também é dele “3t Make Move Your Body” do Turbo Trio e “Sem Conserto” do Maquinado. Também é dele aquela propaganda do festival Planeta Terra 2009, com o ônibus mostrando o nome das atrações, lembra?

mombojo-6773533

Achei que a mensagem de fim de ano que o Mombojó deixou no site da banda foi um tanto dramática. Vem com um “por favor, não desistam da gente!”, na certa pela grande pausa que eles precisaram dar depois da banda ter dois desfalques nos integrantes. O Rafa, que faleceu, e Marcelo Campelo, que decidiu sair. Mas esse ano sai o disco novo deles “Amigo do Tempo” e, tive a chance de conversar com pessoas que já ouviram boa parte do material que garantiram que a coisa está no nível do incrível, para superar até o Nadadenovo. Tomara que seja tudo isso. Até lá – ainda sem uma data certa – já tem a primeira música para ouvir. Se chama Casa Caiada, nome que vem de um bairro do Recife de Olinda! Você escuta ela logo abaixo e, se quiser, pode baixar nesse link.

Mombojó – Casa Caiada
[audio:casacaiada.mp3]

No último fim de semana, o festival Nordeste Independente terminou com muito pouca vitória para contar em relação à edição anterior. Para listar, apenas mais cidades participando (começou com duas, agora são nove) e o fato de que conseguiu dar sentido a uma produção descentralizada. Acompanhando os shows do Recife e de João Pessoa, além de outras cidades via amigos, chama atenção como a comunicação com o público ainda é carente.

A sensação é de que as bandas e produtores se conhecem muito bem, mas o público ainda é deixado de fora da equação. Fica essa meta para as próximas edições: encontrar onde circula o público potencial – como as universidades – e descobrir maneiras de criar mais interação com esses espaços. Através de palestras, pocket shows, e distribuição de música. A única coisa que falta agora para essa cena crescer é ser ouvida.

Dois a menos Marcelo Campello não está mais na banda Mombojó. A banda anunciou na quarta-feira passada que o músico agora “trilhará caminhos musicais próprios”. Além do trabalho solo, lançado em disco ano passado, Campello também faz parte das bandas Trio Pouca Chinfra & a Cozinha e Embuás.

Leia também

3 na Rede
O MySpace Brasil faz seu primeiro lançamento de um grupo pernambucano. O 3 na Massa, projeto paralelo de Pupillo e Dengue (ambos da Nação Zumbi). O disco físico chega às lojas esta semana e tem as cantoras Nina Becker, Thalma de Freitas, Pitty, Céu, Alice Braga e até Leandra Leal como atrativo principal.

Instrumental
“Transtorno Obsessivo Compulsivo” ou apenas “Toc”, primeiro disco de Vítor Araújo (Deckdisc) será lançado em abril. A gravadora lançou no MySpace (/vitoraraujo) a primeira música de trabalho. É “Paranoid Android”, do Radiohead, totalmente reconstruída sob uma ótica erudita. Ecos de Beethoven na canção de Thom York.

Demorei um tempo para descobrir que o nome de D2 era, na verdade, Rafael. Nos conhecemos no colégio, eu no Contato Centro, ele no Lubienska. Em tempos da turma do M.U.T.C (nem queira saber o que é a sigla) e a dos festivais de bandas de colégio, onde tocavam Jack in the Box, Coff Joe e o Play Damião. Ainda estávamos longe de pensar em vestibular. Mais longe ainda de imaginar que, quase 10 anos depois, seu novo apelido seria O Rafa, e ele estaria tocando com o Mombojó no maior festival de música do Brasil e eu estaria lá fazendo a cobertura para um jornal.

Quando recebi a notícia, me dei conta também que nos meus quatro anos de redação, nunca pensei que um dia escreveria sobre o falecimento de um amigo. E não escrevi. Tudo foi acontecendo tão rápido que pedi a minha editora que outra pessoa o fizesse. Como amigo e multi-instrumentista, Rafael fará uma falta enorme ao Recife. Bastava um olhar rápido em seu velório para perceber que poucas pessoas juntariam tantos grupos diferentes da cidade, em tão grande número.

Na Internet
Nesta última semana, o site TramaVirtual recebeu o cadastro de mais de 150 bandas de Pernambuco. A bolha da produção local estourou e quem quiser mostrar um trabalho de responsabilidade, precisa pensar em um espaço próprio. Quem fez isso muito bem essa semana foi a banda Terceira Edição. No endereço www.terceiraedicao.com.br já e possível ouvir todas as músicas do próximo disco.

Revista
Tive a oportunidade de ler esse fim de semana a nova edição da Coquetel Molotov. A revista está com Cibelle na capa que deve ser a mais bonita até agora. Com um projeto mais bem resolvido, traz mais resenhas e agora cobertura de shows, além das tradicionais entrevistas. A festa de lançamento será ainda este mês.

Prêmio
Semana passada foi divulgado o resultado do prêmio Toddy (antigo Dynamite). O Abril pro Rock ficou em primeiro lugar na categoria festival, vencendo nomes como o Tim Festival, Nokia Trends e Live N Louder. Pernambuco teve boas colocações em quase todas as categorias que passou, com Negroove e Astronautas entre os 5 melhores discos do ano.

Random Posts

  • APR20 | Pop up!

    Juan Brujo. “La Migra! La Migra!”. E o Brujeria vem para o Abril Pro Rock! Em 2012 o Abril Pro […]

  • The Veils: Runaway Found « Pop up!

    Não é justo que “Runaway Found”, novo disco do The Veils, lançado em 2004 e que só chega agora no […]

  • Pop up!

    29 Abril, 2007 29 Abril, 2007 29 Abril, 2007 26 Abril, 2007 25 Abril, 2007 24 Abril, 2007 21 Abril, […]

  • Rejects « Pop up!

    Natal caminhava bem para se tornar o novo centro oficial do rock no Nordeste, mas no espaço do último ano, […]