Mundo Livre | Pop up!

bnegao-6936644

Em Palmas também tem festival independente! O PMW – a sigla é a mesma do Aeroporto do estado que, assim como BSB, eu não tenho muita certeza do que signifique – é membro da Abrafin e está em sua quinta edição com dois dias de shows. No primeiro tem Pato Fu de headliner e no segundo quem fecha é o Mundo Livre. Mas quem chama a atenção são os nomes das locais na escalação. “Meu Xampu Fede” e “A Baba de Mumm-Rá” só não é mais legal que “Meros Berros”. Fiquei aqui pensando como deve ser o som dessa.

Quem for de lá, ou estiver de passagem, recomendo não perder o show do Lendário Chucobrylliman. Nada menos que um dos melhores one-man-band que já tive oportunidade de ver ao vivo. Olha ai a programação:

12.06 – sexta – Espaço Cultural 01h20 – PATO FU | MG 00h30 – LENDÁRIO CHUCROBYLLIMAN | PR 23h30 – RATOS DE PORÃO | SP 23h00 – NEVILTON | PR 22h30 – BODDAH DICIRO | TO 22h00 – PACATO CIDADÃO DO ALTO | GO 21h30 – CRÍTICOS LOUCOS | TO 21h00 – PIMENTA BUENA | RS 20h20 – MATA-BURRO | TO

20h00 – MEROS BERROS | TO

13.06 – sábado – Espaço Cultural
01h20 – MUNDO LIVRE S/A | PE 00h30 – BARANGA | SP 23h30 – BNEGÃO E OS SELETORES DE FREQUÊNCIA | RJ 23h00 – MECHANICS | GO 22h30 – ENGENHO NOVO | TO 22h00 – A PEDRA | SP 21h30 – LA CECÍLIA | TO 21h00 – THE BAGGIOS | SE 20h20 – A BABA DE MUMM RÁ | TO 20h00 – VENTO AZUL | TO 19h30 – NOSE BLEND | TO

19h00 – MEU XAMPU FEDE | TO

000vivendo000-1795288

O podcast entra oficialmente em sua fase baiana. Como tempo livre aqui é bóia, eu agora prometo manter a atualização de pelo menos um novo episódio por semana. No de hoje tem música exclusiva do Mundo Livre S/A, a mais nova do Móveis Coloniais de Acaju uma do Camarones Orquestra Guitarrística que não será mais lançada, já que a banda acabou, entre outras. Tem também, claro, uma devida homenagem a Salvador, cidade onde estou morando agora, com músicas do Vivendo do Ócio, Cascadura e Pessoas Invisíveis. Fora o falatório, que é o que torna tudo mais legal.

[display_podcast]

Areia, do Mundo Livre S/A, subiu no Youtube um vídeo com a banda gravando uma música inédita. E como bom geek que é, fez questão de lembrar que “Qui Apique Mon Fromage” foi gravado todo com software livre. Ardour + hexter + hydrogen. “No quarto dos meus filhos”.

E por falar em novos festivais, Fernando Rosa, o Senhor F, manda avisar que nos dias 27, 28 e 29 de novembro acontece em Brasília o El Mapa de Todos. Parceria com a Sylvie Piccolotto, da Scatter Records, para aumentar o diálogo entre o que é produzido aqui e na América Latina. Para quem ainda não ficou sabendo, desde que perceberam como estamos perto de tantos países que está se discutindo nos bastidores uma possível Abrafin latina.

Outro dia escrevi sobre o quanto é contraditório a gente conhecer tanta banda dos Estados Unidos e Europa e quase nenhuma dos paises vizinhos. O que deixa pensar que, logo aqui do lado, é capaz de nunca terem ouvido falar em Los Hermanos ou até Chico Buarque (ou vai dizer que você conhece o Chico do Uruguai?). Uma das coisas mais legais do El Mapa é poder ver essas bandas ao vivo e quebrar esse tabú. Olha só a programação:

Beto Só
Azevedo Silva (Portugal)
Danteinferno (Uruguai)
Marcelo Camelo
Macaco Bong
Turbopotamos (Peru)
Babasonicos (Argentina)
La Quimera del Tango (Argentina)
Javiera Mena (Chile)
Sr. Chinarro (Espanha)
Mundo Livre S/A

A turma do Mundo Livre, por sinal, deu dica do vídeo da música Estela ao vivo no Circo Voador. A música é a faixa inédita da coletânea Combat Samba, produzida por Miranda.

bnegao-4016082

Para quem tiver perdido pelo Recife, hoje tem DJ Set de BNegão na cidade. Ele toca na festa Sonora, que o DJ Bruno Pedrosa (não, não sou eu) organiza na pitombera em Olinda. Mas isso é só pretexto, porque amanhã rola a Sonora Golden Plus, no clube Vassourinhas. Dai rola show mesmo do cara, com as músicas do mais recente disco dos Seletores de Frequência, mas batizado de BNegão Sound System, acompanhado por Pedro Selector e DJ Castro. O esquema da Sonora é honesto: Diversão garantida ou seu dinheiro de volta.

Hoje tem ainda o próprio Pedrosa, junto com Bahiano e Celso Moreira no som, amanhã tem a Guardaloop fazendo show de abertura.

De carona na programação do Festival de Inverno de Garanhuns, aquele que está dividindo opiniões alguns posts abaixo – e que a garota garantiu dar mais do que deve para quem a levar para assistir – a banda Fóssil faz show sexta-feira no Cortiço. Para quem anda perdido e não entendeu, Fóssil é nada menos que uma das melhores bandas instrumentais do cenário independente nacional hoje. A última vez que passaram pelo Recife foi durante as Noites Abrafin, no Porto Musical. Eles tocam junto com o Julia Says. Eles estão na programação do Festival Calango também.

E ontem rolou lançamento do Combat Samba, do Mundo Livre, aqui. Mas eu perdi. Alguém pode dizer como foi?

Random Posts